Prótese dentária: tire suas dúvidas sobre esse procedimento

Descubra como a prótese dentária pode ser útil para a construção de um sorriso mais bonito e saudável

Quando o tema é procedimento para reposição de dentes, o assunto pode render… pois com o avanço da tecnologia, não faltam alternativas para a criação de um sorriso que agrade o cliente.

E depois de falar de implante – o que gerou uma entrevista dividida em duas partes – com o nosso especialista em implantodontia, Dr. Marcelo Abla, que é referência na área, chegou a hora de falar sobre o procedimento complementar ao implante: a prótese

Essa ferramenta é comumente usada devido ao alto número de pessoas com perda de dentes. Porém, a prótese pode ser subestimada, pois é muito associada à mudança da mastigação do paciente, ao fato de não ser bem fixada na boca e a não conferir um sorriso natural. 

Mas ao entender o que é, como é feita e como avaliar se é o melhor procedimento, você verá que as próteses podem carregar outra serventia, junto de muita qualidade de vida, quando bem trabalhadas. 

Aqui na Clínica Abla a informação de qualidade é um pilar (desde a leitura de um artigo, passando pela primeira consulta até o fim do tratamento) e pode combater a insegurança e o desconforto. Então, vem com a gente para desmistificar o que você conhece sobre as próteses dentárias!

 

O que são as próteses dentárias? 

As próteses são dispositivos acoplados à boca com a finalidade de substituir dentes perdidos. O material da sua confecção pode variar entre zircônia, porcelana ou resina e o material depende do caso e da necessidade do paciente. 

Isso também se aplica na hora de escolher entre o formato fixo ou removível. Mas independente do formato e do material, o mais importante de se dizer é que com o avanço da tecnologia, a estética das próteses está cada vez mais próxima a de um dente natural. Ou seja, o uso da mesma pode passar despercebida por muitas pessoas. 

Outro fator que também pode interferir na prótese escolhida é a quantidade de dentes que faltam, o que falaremos a seguir. 

 

Tipos de próteses

 

Prótese total

O tipo de prótese mais conhecido é a prótese total, que é comumente chamada de dentadura. A prótese total é feita quando o paciente não possui a maior parte ou nenhum dos dentes da boca, e nesse caso, pode ser confeccionada a prótese de acrílico para a reposição dos dentes. 

O resultado é muito harmônico, devido à semelhança com uma estética natural, e majoritariamente recomendado para idosos que já perderam boa parte dos dentes, bem como pessoas jovens que sofreram um acidente ou que tiveram alguma doença culminando nesse problema. 

 

Prótese parcial

Além da prótese total, existe também a prótese parcial, que consiste em uma prótese removível que retém os dentes ainda saudáveis (por meio de uma estrutura metálica), enquanto substitui os dentes faltantes. Assim, o paciente consegue ter mais conforto e eficiência na mastigação, por exemplo. 

Essa pode ser uma ótima alternativa para quem não tem uma gengiva em condições para o processo de implantação de um dente. 

 

Prótese fixa

A prótese fixa é aquela utilizada quando é necessário preencher espaços por conta da ausência de um ou mais dentes. Porém, teve seu uso reduzido por conta da higienização: por ser fixa, pode complicar a limpeza no local e gerar problemas na saúde bucal.

Devido a isso, a mesma foi substituída pelo implante, que oferece melhor estética e funcionalidade. 

 

Qual a diferença entre implante e prótese?

Essa é uma dúvida muito comum, já que os procedimentos são complementares. 

Os implantes são dispositivos instalados na estrutura óssea para dar base às próteses, ou seja, funcionam como raízes artificiais.Já as próteses são a reposição dos dentes e podem ocorrer de maneira fixa ou móvel.

Logo, os implantes são as bases, promovendo uma melhor eficiência mastigatória em qualquer caso de prótese.

As próteses sobre implante podem ser de dois tipos: cimentada, como a realizada sobre os dentes, ou parafusada, exclusivamente realizadas sobre implantes.

Para saber mais sobre implantes, clique aqui. 

 

Aplicação de próteses e cuidados posteriores 

As próteses são desenvolvidas sob medida e, graças à tecnologia presente na clínica Abla, de maneira digital. 

A aplicação também é muito individual e depende do tipo de prótese escolhida. Mas em linhas gerais, as próteses fixas podem precisar de uma intervenção cirúrgica, demandando mais tempo. 

Já no caso das próteses removíveis, o cenário muda: o processo pode ser mais rápido e o próprio paciente pode colocar e retirar. 

E a escolha de se uma prótese sobre implante deve ser fixa ou removível depende dos seguinte fatores:

  1. Avaliação do suporte dos tecidos peri-orais como lábio, nariz e sulcos de expressão;
  2. Capacidade de higienização do paciente.

Nos dois casos pode-se utilizar os implantes (fase cirúrgica) para dar suporte às próteses e aumentar a eficiência mastigatória.

Por fim, os cuidados posteriores com as próteses devem existir. É importante ressaltar que para todos os tipos de prótese, a higienização deve ser um ponto de atenção, para a manutenção do sorriso saudável e bonito. Também deve estar incluída no cuidado a consulta periódica de profilaxia com o dentista, para limpeza adequada e investigação de qualquer problema.   

 

Tirou suas dúvidas sobre as próteses dentárias?

Agora marque uma consulta com nossos especialistas e invista no sorriso que você sempre quis ter!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não pode ser publicado.